segunda-feira, 22 de janeiro de 2007

3o. dia: EsquinaVail




O título é uma brincadeira que só alguns colegas vão entender. É que nós temos um grupo chamado esquinaveia... e não resisti ao trocadilho com o esqui em Vail.

Para ir à Vail, que fica a uns 60 km daqui, acordamos cedo e partimos de carro. Dessa vez eu fui dirigindo, para desespero da galera. Chegando lá, optamos por iniciar os trabalhos a partir de Vail Village. Vail é enorme. Para ir de uma base para outra, é preciso pegar ônibus. Como consequência de iniciar desse ponto, só conseguimos dar uma olhadinha em metade da montanha, a da esquerda, mas sem chegar perto de exaurir todas as pistas. Ficamos devendo mais uma visita, iniciando pela base de Lionshead.

Acontece que Vail tem a face da frente, que é enorme, a face de trás dessa primeira montanha, que são os conhecidos back bowls e a face da frente de uma segunda montanha, a Blue Sky Basin . Pelo menos foi o que eu entendi, mas não dá para ter certeza. Consegui me fazer entender? Não vou perder tempo aqui falando sobre Vail. O lugar é tão grande, com tantos lifitings, tantas pistas, que seria melhor escrever um guia e publicar na Folha.

Andamos muito. Apesar da estação abrir às 8:30 e fechar às 16:00, e ainda que aluguns lifts encerrem às 14:30 para que ninguém fique preso nos confins da montanha, os meios de elevação são rápidos e não quase pegamos filas. Só demos uma paradinha de 10 minutinhos para um xixi e para comer um biscoito.

Ontem o dia estava nublado e não pudemos nos exibir para as câmeras, mas hoje o dia estava lindo, com muito sol, e os fotógrafos e cineastas de plantão aproveitaram para trabalhar. Houve mesmo um registro cinematográfico de uma colisão entre mim e o Johnny, mas por culpa deste, embore ele negue. Dá para ganhar umas cem pratas na vídeo-cassetada do Faustão.

Grata surpresa foi ver o Paulo e o Wander mandando para baixo com a galera. Eu também fiquei satisfeito de estar conseguindo acompanhar o Johnny e o Leo, que são mais rápidos e experientes. A pista que eu mais gostei foi a Northwoods, uma azulzinha com cara de vermelha sensacional e rápida: quando eu me dava conta, já estava numa lenha danada, tendo que dar uma travada para não acabar fazendo bobagem. Nem parecia o retardatário da Italianos de Chapelco.

Mas falta uma vala maneira, como a de Chapelco, depois da canedon, a La Garganta, de Bariloche ou aquela fenda de Pucón, no pico da esquerda de quem olha para o vulcão. Os bowl daqui são enormes e difusos. Até tem umas valas pequenas, mas em uma delas sequer havia neve suficiente para uma brincadeira. Não aconselho arriscar um passeio no bosque, porque você vai encontrar muitos bumps para você se desequilibrar e se arrebentar em uma árvore, o que acabei descobrindo, graças a pilha de dois sujeitos que não prezam pela integridade física. Coitado do Paulo, que literalmente deu com a cara no chão.

De volta ao bowl, eu acabei encalhado um powderzão, porque não peguei embalo suficiente numa descida um pouco íngreme (cullo cerrado) e só sai graças aos meus ensinamentos da caserna: rastejando! E por falar em powder, até agora nada. Acho que deve estar precisando nevar, mas os caras aqui são profissionais. Eles passam as máquinas e as pistas ficam excelentes, mesmo com pouca neve. É o que chamam de groomed.

Depois, cansados e famintos, ainda arrumamos disposição para ir a um outlet perto de Frisco. Mas essa é outra história.

Inté

3 comentários:

Guilherme disse...

Pô essa é a 3ª msg que escrevo e espero que agora funcione.
Tive problemas com o login nas 2 primeiras vezes e perdi tudo. Então, agora vou só mandar um abraço pros meus camaradas que estão curtindo mais uma snowseason nos EUA.
Pipolino, Jonnie, e Paulo bons drops e muito pownder pra vcs meus reis.
Abraço, Guilherme

johnny disse...

Valeu, Guilherme, agora nao precisa mais fazer login pra comentar no blog.
Grande abraco, cumpadi.
Johnny.

gisele disse...

Pipinho, adorei as fotos!! Pelo visto vc aproveitou pra chuchu!! Na próxima não se esqueça de me levar em uma das suas malas ok?? Quem sabe assim sua ilustríssima "pocotó girl" se anima, não é!!! (rs, rs, rs)